Sempre falamos aqui sobre os inúmeros malefícios que a carne traz para a saúde humana. São diversos problemas que podem ser verificados nos mais variados estudos existentes a respeito do tema. A mais nova pesquisa realizada pela Icahn School of Medicine at Mount Sinai, de Nova York (EUA) revela que o alimento, quando preparado de forma assada, grelhado ou mesmo frita, aumenta o risco do desenvolvimento de demência.

Os Produtos de Glicação Avançada (os AGE, da sigla em inglês Advanced Glycation Endproducts) estão sendo associados a doenças como o diabetes tipo 2. O teste foi realizado em ratos e humanos. Os animais fora alimentados com uma dieta rica em AGEs e apresentaram acúmulo de proteínas perigosas no cérebro, tendo a função cognitiva prejudicada. Os AGEs são formados quando proteínas ou gorduras reagem com açúcar, isso geralmente acontece naturalmente no processo de cozimento.

xsuicidioq550f44-pagespeed-ic-fyuhndedk_

O excesso da substância combinada com a idade pode ser associado à demência, muitas vezes antes do que normalmente ela costuma aparecer na terceira idade. A prevenção, segundo os especialistas é, definitivamente, se livrar ou, pelo menos, reduzir ao máximo os produtos que contenham AGEs. Claro que não é fácil deixar de consumir a carne repentinamente.

Por isso a Superbom possui uma linha de produtos produzida especialmente para auxiliar às pessoas que pretendem largar o prejudicial alimento. Bife, salsicha e carne vegetal fazem parte das “proteínas” oferecidas no auxílio de quem tem, pretende ter ou simpatiza a vida vegetariana.

Enlatados práticos, encontrados em inúmeros estabelecimentos comerciais do país e com a garantia de que o consumidor estará comprando uma mercadoria livre de componentes animais que, como mostrado anteriormente, podem levar a problemas de saúde. Tente começar aos poucos mudar sua alimentação e experimente uma melhora excepcional na sua qualidade de vida.

Fonte: R7 Saúde