Comemorado em 8 de março, o Dia Internacional das Mulheres é um momento de reflexão sobre como conquistar e conquistar o universo feminino, mas também para olhar com mais carinho para você!

Uma dieta saudável, voltada para as necessidades das mulheres, pode ajudar a aumentar a disposição, atenuar os desconfortos da terapia das mulheres com a perspectiva de aumentar o grau de osteoporose, diabetes e esclerose múltipla.

Ficou interessada? Então conheça os alimentos que são verdadeiros aliados da saúde das mulheres!

Conheça as melhores alimentos para a saúde das mulheres

Apostar em um estilo de vida saudável, que priorize as frutas, verduras e legumes e limite o consumo de açúcar e gorduras faz bem para mulheres de todas as idades. No entanto, alguns alimentos podem ganhar mais destaque na sua dieta em determinadas fases para suprir necessidades específicas. Entenda!

Mantenha sua mente mais ativa

Conciliar carreira, estudos, família e amigos não é fácil, mas as mulheres são multitarefas e sempre acabam dando um jeito de fazer tudo caber nas 24 horas do dia! Para ter disposição, uma mente mais ativa e dar conta de tudo, invista nos seguintes alimentos:

Vegetais de folhas verde escuras

Além de serem ricos em antioxidantes, que combatem o envelhecimento precoce, esse tipo de vegetal contém luteína, que ajuda a preservar seus neurônios e, consequentemente, sua capacidade cognitiva, dos efeitos naturais do tempo. 

Chocolate amargo

Além de ser rico em magnésio, ferro e fibras, o chocolate amargo é fonte de flavonoides, o que ajuda a melhorar a circulação de sangue no cérebro e traz benefícios para o raciocínio, a memória e, como você já deve saber, o humor. Só não vale exagerar!

Granola

Quer começar o dia com a disposição em alta para enfrentar uma agenda cheia? Então aposte no poder da granola. Como contém carboidratos de baixo índice glicêmico, ela fornece energia para o cérebro funcionar bem sem provocar picos de fome pouco depois.

Além disso, a mistura é rica em selênio, mineral que tem um papel importante na preservação da capacidade de raciocínio.

Passe longe dos sintomas da TPM

Irritabilidade, dores nos seios, indisposição e retenção de líquidos. Esses são só alguns dos sintomas com os quais a mulher precisa lidar durante a tensão pré-menstrual, a famosa TPM. Tanto desconforto é provocado pelo aumento nos níveis de progesterona e diminuição da serotonina, neurotransmissor que ajuda a promover a sensação de bem-estar.

Para evitar que os sintomas da TPM afetem a sua rotina e diminuam a sua disposição, uma boa ideia é apostar nas atividades físicas que, além de fazerem bem ao organismo de maneira geral, liberam endorfina, hormônio que promove prazer e relaxamento. Além disso, invista em alimentos ricos nos seguintes nutrientes:

Vitamina B

O nutriente presente nos cereais integrais e nos vegetais de folhas verde escura ajuda a diminuir as dores de cabeça e aquela vontade intensa de comer chocolate e outras guloseimas pouco saudáveis.

Magnésio

Alimentos ricos nesse mineral também ajudam a dar um basta na vontade por doces, a diminuir o apetite e aplacar a dor de cabeça. Por isso, inclua no cardápio oleaginosas como castanhas e nozes, abacaxi e cenoura.

Triptofano

Esse aminoácido é uma espécie de precursor da serotonina e, por isso, ajuda a aumentar a sensação de bem-estar e disposição, que costuma diminuir nessa fase. Entre os alimentos ricos em triptofano destacam-se soja, feijão, lentilha, arroz, grãos integrais e oleaginosas.

Tenha uma gestação ainda mais saudável

Ser vegetariana nem de longe impede você de ter uma gestação saudável. Aliás, muito pelo contrário! Por ser pobre em colesterol, a dieta vegetariana diminui os riscos de doenças como hipertensão e problemas cardiovasculares.

Embora seja importante consultar um nutricionista para fazer as adaptações necessárias no seu cardápio, alguns nutrientes são importantes para todas as mulheres e podem ser incluídos desde já no seu prato:

Ferro

Ajuda a prevenir a anemia, que aumenta os riscos de parto prematuro. O nutriente pode ser encontrado em alimentos como feijão, ervilha, grão de bico, lentilha e nas verduras de folhas escuras, como a couve.

Cálcio

O mineral é fundamental na gravidez para regular a coagulação do sangue, diminuir os riscos de pré-eclâmpsia e garantir o correto fluxo de nutrientes para o bebê. Pode ser encontrado em abundância em vegetais como brócolis e couve.

Ômega 3

Ajuda a regular a pressão arterial, diminuindo as chances de pré-eclâmpsia, protege contra inflamações e ajuda até mesmo a evitar a depressão pós-parto. Pode ser encontrado em oleaginosas como nozes e castanhas e em vegetais como a rúcula.

Além disso, é importante conversar com seu médico para verificar a necessidade de suplementação de alguns nutrientes, como a vitamina B12, que exerce um papel importante no funcionamento do sistema neurológico e na manutenção dos glóbulos vermelhos.

Prepare-se para a menopausa

Com a chegada do climatério, o período que antecede o fim da menstruação, a mulher sofre uma baixa nos níveis de estrógeno, o que favorece a diminuição da massa muscular e aumenta a concentração de gordura, em especial na região do abdômen.

Além disso, é comum que se aumentem os níveis de colesterol e a pressão arterial, o que pode provocar ou agravar problemas de saúde. A diminuição do colágeno traz reflexos especialmente para a pele, que perde elasticidade e tonicidade.

Para minimizar esses efeitos, invista em alimentos como a soja, rica em isoflavonas que aliviam os desconfortos típicos dessa fase, evitam perda de massa óssea e possuem efeito anticancerígenos.

Outro alimento para mulheres na vida é uma linha que contém um hormônio chamado lignana, usado como uma alternativa natural para uma terapia de reposição hormonal.

Além disso, é importante aumentar o consumo de cálcio para prevenir doenças como osteoporose. Invista, por exemplo, sem subsled, sem tomate e nas amêndoas, na fonte de nutrientes e com uma dieta saudável.

Gostou de saber quais são os melhores alimentos para a saúde das mulheres em cada fase da vida? Se você quer saber mais sobre o assunto, baixe agora mesmo o nosso “Guia de nutrição: viva melhor” !