Há tempos que o microondas passou a ser um eletrodoméstico indispensável para a rotina familiar, já que ele vem facilitando muito a vida de quem não poder perder tempo e precisa ter agilidade na cozinha.

Além de proporcionar rapidez no preparo e aquecimento dos alimentos, também diminui os gastos com o gás de cozinha. Mas em meio a essas vantagens, onde fica o bem-estar de quem usufrui do microondas? Será que ele oferece riscos à saúde? Existirão efeitos colaterais comprovados que possam colocar em xeque a utilização de tão importante equipamento?

Siga na leitura e descubra o que a Organização Mundial da Saúde (OMS) fala sobre o assunto.

Como funciona o aparelho de microondas?

As microondas são ondas de alta frequência, estando presentes em aparelhos de TV, rádio, radares, entre outros. Também são utilizadas na área médica, na indústria e, claro, na cozinha, através do aparelho de microondas.

As ondas de alta frequência geradas pelo microondas refletem várias vezes nas paredes metálicas do forno, gerando uma vibração das moléculas de água contidas nos alimentos e produzindo calor que produz o cozimento ou o aquecimento da comida.

Fornos de Microondas são seguros?

O aparelho de microondas é seguro e adequado para aquecimento e preparação de uma série de alimentos, desde que sejam seguidas as instruções do fabricante e sejam tomadas todas as precauções, entre elas, ter cuidado ao retirar o alimento aquecido do forno, evitando que ele caia na pele e provoque queimaduras.

Nesse sentido, deve haver cuidado especial com água fervida. Ao ser fervida de modo convencional, o vapor escapa através dás várias bolhas surgidas durante o fervimento. Já no microondas existe a possibilidade da fervura “explodir” com uma única  bolha ou com a introdução de uma colher, podendo gerar acidentes graves.

O microondas é projetado para que as ondas produzidas fiquem no interior do forno, estando presentes somente quando fechado e em funcionamento. No entanto, é essencial que o aparelho esteja sempre em boas condições de uso, garantindo o correto fechamento/vedação da porta.

Em bom estado e devidamente higienizado, o microondas pode ser usado sem riscos de vazamento das ondas de alta frequência – que, para afetar a saúde, precisariam ocorrer por períodos muito longos de exposição e em níveis de potência muito altos.

Outra dica essencial é utilizar recipientes próprios para uso no microondas.

Alimentos preparados no microondas podem causar problemas à saúde?

Alimentos cozidos no microondas têm o mesmo valor nutricional e se mantêm seguros para consumo tanto quanto os que são preparados no fogão. A diferença entre os dois processos é o tempo gasto no preparo, muito menor no aparelho de  microondas.

Existem, contudo, vitaminas sensíveis ao calor – como a vitamina C e as vitaminas de  complexo B – e que, quando cozidas apresentam perda de nutrientes. Mas essa perda ocorre também nos cozimentos efetuados no fogão.

De acordo com pesquisas e recomendações da OMS, portanto, alimentos preparados no microondas não são “radioativos”, uma vez que a energia do aparelho não permanece em seu interior ou na comida após o forno ser desligado. Assim como as imagens da TV deixam de ser reproduzidas quando a desligamos, as ondas de alta frequência deixam de ser emitidas ao desligarmos o aparelho.

Além disso, as emissões de ondas dos aparelhos são bem inferiores ao limite indicado por órgãos especializados e os equipamentos possuem sistema de segurança, permitindo que o usuário possa usufruir dos benefícios oferecidos pelo microondas sem prejudicar a saúde.

A vida moderna exige que tenhamos maior agilidade nas atividades diárias e o microondas é essencial nesse sentido. Contudo, para garantir praticidade sem colocar em risco nossa saúde ou diminuir o sabor das refeições, é essencial termos à mão produtos certos para o cardápio.

Com mais de 90 anos de experiência, a Superbom oferece alimentos aptos a tornar sua rotina ainda mais prática e saudável. Confira nosso portfólio de produtos: eles vão te ajudar a ter uma maior qualidade de vida!