Estamos nos aproximando do feriado de carnaval. Por todos os lados vemos pessoas participando de festas e folias. Esses momentos estão sempre acompanhados de bebidas alcoólicas, substâncias perigosíssimas que colocam em risco quem bebe e as pessoas que estão à sua volta.

A questão ainda se agrava nesse período, onde muitos aproveitam para deixar completamente de lado a moderação e imergir em exageradas doses do produto que traz efeitos destrutivos ao corpo. Frente a essa realidade que está prestes a ser repetida nos próximos dias, o blog da Superbom decidiu separar quatro problemas que a bebida afeta no organismo e nas pessoas que cercam o imprudente consumidor.

Causa Cirrose hepática: o fígado é responsável por metabolizar o álcool. Quando o órgão fica exposto a elevadas doses da substancia, os tecidos da estrutura são danificados, o que aumenta a taxa de aparição de cirrose.

Diabetes tipo 2: o álcool pode ser o responsável pelo aparecimento da doença, pois ele impede os efeitos benéficos da insulina, evitando que o açúcar entre dentro da célula. Além disso, o álcool pode causar um efeito de aumento de gordura no sangue, fazendo com que o apetite seja aumentado.

Agressão física: A substância faz com que as pessoas fiquem desinibidas, tornando-as corajosas e violentas. Algumas estatísticas mostram que até 66% de agressões físicas graves com homicídios tinham alguma relação com o fato de o agressor, a vítima ou ambos estarem bêbados.

Aumenta a chance de problemas durante a gestação: se a mãe possuir esse hábito pode trazer algumas complicações ao período como o risco de aborto, aumento de chance de nascimento prematuro, má formação fetal e de crescimento, além de causar algum tipo de retardo mental na criança.

Fonte: Cria Saúde