O vegetarianismo tem crescido muito entre a população, pois os seus benefícios e resultados tem se mostrado cada vez mais positivos. Com uma dieta vegetariana é possível manter o corpo em forma e a saúde longe do colesterol e de complicações cardíacas. Mas algumas dúvidas em relação a absorção de nutrientes e o rendimento, ainda pairam sobre aqueles que pensam em aderir a esse tipo de alimentação.

Vamos tirar de uma vez por todas essas dúvidas:

Existe o mito de que ser vegetariano traz o risco de ficar doente ou não desenvolver os músculos. Bobagem! Com uma dieta vegetariana balanceada, é possível suprir as necessidades do organismo para que a sua saúde continue bem, ou até melhor.

A prática de esportes e o vegetarianismo é uma questão muito controversa, pois existem pessoas afirmando que o atleta perde massa, músculos e o rendimento, caso siga a dieta vegetariana. Mas isso não é verdade, existem atletas que seguiram a vida toda uma dieta vegetariana e sempre tiveram um bom rendimento e preparo físico adequado para suas modalidades esportivas, por exemplo, o corredor Carl Lewis, o triatleta Dave Scott e o pugilista brasileiro Éder Jofre. Eles deixam bem claro de que o vegetarianismo nunca causou efeitos negativos, ao contrário, os deram mais disposição e agilidade, pelo corpo se apropriar da massa e nutrientes necessários para o rendimento esportivo, composto por proteínas e vitaminas necessárias para o organismo.

Não existe comprovações de que a falta de carne impossibilite a prática de esportes ou cause algum dano a saúde, porém, é necessário que a pessoa ao aderir ao vegetarianismo, se alimente corretamente repondo os componentes da carne por alimentos de origem vegetal, adequados ao organismo. Os nutrientes principais para o organismo são a proteína e o ferro, que podem ser encontrados facilmente em outros alimentos com a quantidade suficiente para abastecer e nutrir o organismo.

A soja é a principal fonte de proteína dos vegetarianos, pode ser consumidas em grãos, em forma de leite, tofu (tipo de queijo) e texturizada. As carnes de origem da soja são muito nutritivas e acompanham um sabor ótimo, a Superbom disponibiliza muitos tipos de carne derivada da soja, confira!

O ferro pode ser encontrado nos vegetais de cor verde-escuro, no feijão, na beterraba, na lentilha e muitos outros vegetais. O açaí também é uma forte fonte de ferro para vegetarianos, além de ser uma delícia, hidrata e nutri o organismo.

Os cereais integrais também tem uma importância indispensável na dieta vegetariana, pois eles não passam pelo processo de beneficiamento e são conservados com a casca do grão, onde se concentram as vitaminas. Os grãos em geral são importantes para suprir os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo.

Com uma dieta vegetariana fica notável os efeitos positivos no organismo: o sistema digestivo trabalha regularmente, não são acumuladas gorduras saturadas, são eliminadas as toxinas do corpo, onde o suor fica mais líquido e não gorduroso, além disso, é uma fonte de refeição mais barata e saudável em todos os sentidos.