Alimentos fritos podem ser bem chamativos e apetitosos aos olhos, como por exemplo aquela batata frita, ou aquele salgadinho de festa. No entanto, os riscos que eles causam para a saúde é enorme e, por isso, vale se prevenir.  As complicações cardiovasculares e o descontrole de peso podem ser apenas alguns dos resultados para quem não evita as frituras e os consome em excesso.

Estudo comprova o risco das frituras

Em uma matéria postada na revista The Prostate, em 28 de janeiro de 2013,  é apresentado um estudo que aponta o índice do risco de câncer de próstata para quem consome regularmente frituras. Para esse estudo foram usadas referências de saúde de dois grupos de homens. O primeiro grupo se alimentava regularmente com frituras e o segundo grupo seguia uma alimentação mais saudável e natural.

Resultados do estudo

Os resultados alegaram que o consumo de frituras, sendo feito pelo menos duas vezes na semana, aumenta em até 37% os riscos de câncer de próstata. Esse tipo de alimentação desenvolve o nível mais alto desse tipo da doença.

Segundo especialistas, o óleo exposto a altas temperaturas gera elementos cancerígenos –  como a acrilamida –  e quando o óleo é reutilizado cresce ainda mais a probabilidade do surgimento da doença.

Alimentos preventivos

Mas ao contrário das frituras, existem alimentos que previnem o câncer de próstata, por exemplo, como a cebola, tomate, soja, vegetais verde-escuro, chá-verde e oleaginosas (castanhas, amêndoa, avelã, macadâmia, nozes entre outras). Esses alimentos contêm substâncias que inibem as células cancerígenas do organismo, porém deve-se manter o controle no consumo, isso porque nosso corpo precisa de equilíbrio, inclusive na alimentação.

Gostou do conteúdo? Aproveite e compartilhe com os amigos. Preserve sua saúde tendo uma alimentação saudável e balanceada, o resultado é uma vida mais satisfatória!