Uma das comidas mais populares do Brasil, a feijoada é uma verdadeira bomba calórica: um prato da receita preparado da maneira tradicional pode chegar a 1.000 calorias, o que equivale a metade das necessidades diárias de um adulto.

No entanto, não é preciso retirar o prato do seu cardápio de vez se o objetivo é levar uma vida mais saudável. Leve, saborosa e, o mais importante, totalmente livre de sofrimento animal, a feijoada vegana é uma alternativa deliciosa e altamente nutritiva. Saiba mais!

Por que optar pela feijoada vegana?

Diferente da versão tradicional, a feijoada vegana tem baixíssimo teor de gordura, já que as carnes de porco e de boi são substituídas por alternativas muito mais saudáveis: cogumelo, berinjela, beterraba, cenoura, abóbora, batata, inhame e tofu cortados em cubos se unem ao feijão preto para formar um prato cheio de sabor e rico em vitaminas e sais minerais.

Como prioriza os legumes e tem baixíssimo teor de gordura, a feijoada vegana reduz consideravelmente as calorias do prato sem que isso signifique reduzir o sabor.

Além disso, ela também tem menor teor de sódio, que em excesso pode provocar hipertensão e doenças cardiovasculares. Resumindo: além de evitar os quilos extras, você cuida da sua saúde sem precisar abrir mão do prazer de degustar um prato tão tradicional.

Saiba como preparar uma feijoada vegana perfeita!

Agora que você conhece todos os benefícios que a feijoada vegana pode trazer para a sua saúde, chegou a hora de conhecer algumas dicas que vão ajudá-lo na preparação do prato. Saiba mais!

1. Escolha ingredientes de qualidade

Se você quer fazer uma feijoada vegana que agrade até os paladares mais exigentes, precisa escolher ingredientes de qualidade.

Prefira sempre vegetais e cogumelos frescos e escolha um tofu ou outro queijo vegano de boa procedência e consistência bem firme, para evitar que ele se desmanche durante  a preparação do prato.

2. Planeje o prato com antecedência

Para a sua feijoada vegana ser um sucesso, fazer um bom planejamento do prato é fundamental, já que alguns ingredientes ficam mais saborosos quando preparados com alguma antecedência.

Deixar o feijão de molho por um período de 8 a 12 horas — trocando a água, preferencialmente, a cada 4 horas —, além de facilitar o cozimento, elimina componentes anti-nutricionais responsáveis por desconfortos abdominais e pela formação de gases no trato digestivo.

Também é uma excelente ideia preparar no dia anterior acompanhamentos como a farofa, que fica perfeita quando preparada com cogumelos frescos, azeitonas, alho ou com castanha de caju e pimentão. 

3. Capriche nos acompanhamentos

Acompanhamentos e petiscos são essenciais para deixar a sua feijoada vegana ainda mais saborosa. Se quiser fugir do tradicional arroz branco, aposte em versões incrementadas com cenouras, brócolis e castanha de caju ou mesmo no arroz integral, que contém fibras que estimulam o bom funcionamento do intestino e ajudam a aumentar a sensação de saciedade.

Além da farofa e do arroz, uma boa feijoada vegana deve contar ainda com couve refogada com alho e gomos de uma fruta ácida, como laranja, abacaxi ou tangerina, que são ricas em vitamina C,  auxiliam na digestão do prato e são perfeitas para fechar com chave de ouro uma refeição tão saborosa.

Como você pode ver, a feijoada vegana é uma excelente opção para quem adora receitas nutritivas e saudáveis. Seguindo algumas dicas simples, é possível preparar um prato delicioso, que em nada fica devendo no quesito sabor à versão tradicional!

E então, gostou de saber como você pode preparar uma deliciosa feijoada vegana? Se você quiser receber mais dicas de alimentação saudável e qualidade de vida, assine agora mesmo a nossa newsletter!