Em meio à rotina acelerada, multitarefa e sobrecarregada, na hora de planejar nossa alimentação muitos de nós optam pela conveniência. Neste ponto, alimentos enlatados são imbatíveis. Basta abrir o armário da cozinha e desfrutar desde frutas, legumes e sopas às proteínas.

Mas muitas pessoas ainda guardam um certo preconceito com relação aos enlatados. Então este artigo vai levá-lo através do universo dos enlatados e mostrar porque vale a pena inseri-los nas refeições de sua família – e também quando você deve evitá-los.

Como os bons enlatados são produzidos?

Para ser enlatada, a comida é preparada (cortada, picada ou até mesmo cozida) e depois selada em uma lata hermética – sob pressão de vapor a uma temperatura incrivelmente alta, de 116 a 121 °C.

Isso garante que os alimentos fiquem protegidos, pois esse processo destrói todos os microorganismos.

Os enlatados também são uma opção saudável porque, assim como acontece com os congelados, os alimentos costumam ser embalados imediatamente após serem colhidos, quando ainda contam com seus níveis máximos de nutrientes.

4 principais benefícios dos alimentos enlatados

Como mencionamos no início deste artigo, a praticidade dos alimentos enlatados é uma de suas grandes vantagens em termos de opção para uma alimentação saudável. Mas alguns outros pontos mostram porque eles fazem para a sua saúde e também para a do planeta – confira:

  • Custo: os alimentos enlatados geralmente tendem a ser mais baratos que as versões frescas. E, como sua validade é maior e as quantidades e porções são bem definidas, sua relação custo x benefício é maior;
  • Disponibilidade: é possível ter acesso a alguns alimentos que não seriam encontrados frescos em qualquer época do ano ou em qualquer supermercado;
  • Sustentabilidade: as embalagens plásticas têm um papel de destaque na grande geração de lixo que vem afetando o planeta. Embora os enlatados também pareçam ser uma fonte de poluentes para a natureza, a realidade é que a maioria das latas é feita de aço reciclado, que pode ser reciclado continuamente ou reutilizada para outros fins – inclusive para a decoração;
  • Armazenamento: um dos principais benefícios sobre enlatados é a sua durabilidade. Embora todo alimento tenha um prazo de validade definido, a grande maioria pode ser consumida sem problemas mesmo após este período. No entanto, este será apenas o caso se a lata estiver em perfeitas condições e não houver qualquer dano nela – saiba melhor como identificar com a ajuda do tópico a seguir.

Os alimentos enlatados da Superbom oferecem todas as vantagens acima citadas e, ainda, alto valor proteico (mesmo sendo 100% vegetal). Além disso, “são ricos em fibra, não têm gordura trans e são totalmente livres de aditivos químicos, corantes e conservantes artificiais“, informa Jessica dos Santos, nutricionista da empresa.

Você pode se interessar por esses outros conteúdos:

Baixe a coletânea “Viva Melhor”, um guia prático sobre nutrição

Sanduíche natural: veja deliciosas receitas para veganos e vegetarianos!

Substitua o café pela cevada

5 benefícios do suco de uva integral para a saúde do organismo

Quando evitar itens enlatados

Embora os produtos enlatados sejam tão bons quanto a maioria dos alimentos frescos, há alguns casos em que é preciso evitá-los, como:

  • A lata está amassada: evite comprar latas amassadas ou estufadas. Quando isso ocorre, há uma chance de a embalagem criar um furo microscópico que permite que o ar entre na lata. Nesses casos, o conteúdo começa a se deteriorar e o prazo de validade fica bastante reduzido;
  • Quando há mais de 3g de gordura saturada por porção: a Organização Mundial da Saúde (OMS) determina que a ingestão não ultrapasse 10% das calorias ingeridas no dia. O valor cai para 7% nos casos de pessoas com algum tipo de risco cardíaco;
  • Quando há mais de 300mg de sódio por porção: o uso do sal não se restringe ao sabor, mas também pode ser aplicado como conservante. Altos níveis de ingestão de sal e sódio estão ligados à hipertensão arterial;
  • Açúcar adicionado: o consumo excessivo de açúcar numa dieta pode causar diabetes tipo 2 e está relacionado com a obesidade. Por isso seja moderado ao consumir frutas em calda;
  • Muitos ingredientes desconhecidos: muitos fabricantes de enlatados tendem a adicionar um monte de corantes e aromatizantes não naturais. Então, se houver algum ou muitos ingredientes que você não conhece na composição, busque produtos de fabricantes reconhecidos por oferecer opções mais saudáveis e naturais – como a Superbom que possui mais de nove décadas de experiência em oferecer produtos saudáveis, entre eles sua linha de enlatados.

Confie nos enlatados

Como você pode ver, há muitas boas razões para começar a consumir mais alimentos enlatados.

Não é apenas conveniência, preço e prazo de validade que os tornam excelentes: eles podem oferecer a mesma quantidade de nutrientes encontrada nos alimentos frescos.

Apenas atente-se aos sinais de alerta e aproveite a ampla quantidade de itens enlatados disponíveis no mercado que são realmente ótimos para sua saúde.

Conheça a Superbom, além de todos os seus esforços para oferecer o melhor para sua alimentação e sua saúde.

Siga a Superbom nas redes sociais:

Siga a Superbom no Facebook!Siga a Superbom no YouTube!Siga a Superbom no Instagram!