Com certos cuidados é possível evitar as complicações

As amígdalas são pequenas estruturas arredondadas que são encontradas na parte de trás da boca, bem ao lado da garganta. Estão localizadas em um local estratégico, tendo como principal função produzir células que possam combater as bactérias e os vírus que são ingeridos por meio do ar e na ingestão dos alimentos. A amigdalite é justamente a inflamação e infecção das amígdalas.

 Os principais sintomas da amigdalite são:

-Febre;

-Dor de garganta;

-Dor de cabeça;

-Perda do apetite;

-Mal estar;

-Náuseas e vômitos;

-Vermelhidão na garganta e aparição de pus;

-Halitose;

-Dificuldade para engolir alimentos e beber água.

Procure sempre um médico para fazer o diagnóstico em caso de suspeita de amigdalite, pois os sintomas são semelhantes aos de outras doenças. O tratamento adequado contra a amigdalite depende da idade da pessoa, o nível e o tipo da infecção (viral ou bacteriana) e evolução das inflamações e infecções. Em casos de amigdalites causadas por vírus, o tratamento é feito a base de analgésicos e anti-inflamatórios. Já em casos de amigdalites causadas por bactérias,  as inflamações são acompanhadas por placas de pus na orofaringe, nesse caso é necessário um tratamento com antibióticos específicos. É fundamental tomar o antibiótico no prazo recomendado pelo médico, pois a interrupção do uso do medicamento pode trazer prejuízos mais sérios a saúde, pois a bactéria continua viva no organismo.

faça sempre um diagnósticoCaso a amigdalite não seja tratada de acordo, pode levar a pessoa a ter febre reumática, surdez, problemas nos rins e no coração, septicemia e choque bacteriano.

A Possível remoção das amígdalas depende da causa, da extensão, repetição e severidade das infecções. Caso nenhum dos tratamentos exercidos pelo médico surtir efeito, sua retirada também pode ser levada em consideração.

Em caso de amigdalite siga as recomendações abaixo:

-Evite o cigarro. Fumantes ativos e passivos têm maior probabilidade a desenvolver a amigdalite;

-Evite ambientes com ar-condicionado, ele resseca as mucosas e diminui a resistência das amígdalas;

-Dê preferência a bebidas mornas, procure comer sopas e alimentos macios;

-Tome bastante líquido;

-Faça o uso da medicação prescrita pelo médico;

-Evite a automedicação, isso pode piorar o quadro da amigdalite e trazer consequências mais sérias para a saúde.

Leia também:

Como curar a amigdalite crônica

Amigdalite: causas, sintomas, tratamentos

O coração também pode sofrer com a amigdalite

Seguindo essas dicas a saúde de suas amígdalas se mantém protegida!