Estudo apresenta os benefícios do casamento para a saúde da mulher

A Bíblia relata em Gênises 2:18 a recomendação divina de que “não é bom que o homem esteja só”, mas só agora que os cientistas constatam as virtudes da vida a dois, tanto para homens quanto para mulheres. Um estudo da universidade de Oxford revelou que as mulheres solteiras têm 28% mais chances de morrer por problemas cardíacos do que as casadas.

A pesquisa, publicada na última quarta-feira, acompanhou 735 mil britânicas com média de idade na casa dos 60 anos. Todas elas não apresentavam um histórico pessoal ou familiar de problemas cardiovasculares.  Todas elas foram acompanhadas durante oito anos e os cientistas puderam concluir que as mulheres casadas (cerca de 81% do total) tinha as mesmas cardiopatias isquêmicas que as solteiras, viúvas ou divorciadas, mas a taxa de mortalidade era menor.

O estudo constatou também que três em cada 100 mulheres casadas morrem por problemas cardíacos enquanto as que estavam sozinhas a proporção era de quatro para 100. Para os pesquisadores, isso pode ser explicado pelo estilo de vida e, também fatores socioeconômicos são levados em consideração. Não são conclusões definitivas, mas os cientistas supõem que, quando as mulheres têm mais segurança financeira e apoio do seu parceiro elas adquirem um estilo de vida mais saudável.

Casamento reduz chance de problemas cardíacos entre as mulheres

Outras conclusões iniciais também justificam o fato com a ideia de que as solteiras geralmente vivem em zonas menos desfavorecidas, fazem menos exercícios e consomem mais tabaco e possuem mais níveis de depressão. O estudo é parte te uma série que tenta relacionar determinadas doenças a fatores do estilo de vida. Então, nada mais justo do que recomendar um bom casamento que faça muito bem ao seu coração. Desejamos a todos um ótimo sábado e um fim de semana revigorante 😉