Seja por estar procurando por mais saúde ou por uma preocupação com o meio ambiente e a vida animal, a transição para o vegetarianismo é uma ótima iniciativa. Porém, ela pode ser um pouco difícil, especialmente se houver um costume muito grande em comer carne. Mas, para um corpo e um planeta mais saudável esta prática vale muito a pena. Confira então, 5 dicas para fazer uma transição suave para o vegetarianismo.

1 – Fique atento a adequação calórica

Este ponto é extremamente importante. Se a carne tiver um componente grande no peso calórico da dieta, é preciso trocá-la por comidas extremamente ricas, que irão suprir este vazio deixado por este nutriente.

É importante lembrar o principal motivo pelo qual nos alimentamos, para gerar energia ao nosso corpo. Por tanto, é preciso trocar a carne por outro alimento igualmente energético. O grupo do feijão é uma excelente opção, assim como as próprias carnes veganas.

Porém, não adianta ficar muito obcecado com a proteína. Por conta do uso de suplementos, este nutriente está “em alta”, com muitas pessoas consumindo além do necessário.

Portanto, do ponto de vista calórico e nutricional, consulte um nutricionista para que ele possa ajudar a compor a dieta durante a transição.

2 – Procure restaurantes com opções vegetarianas

Ser vegetariano ainda é um pouco ir contra o senso comum, afinal, a maioria das pessoas não é. Mas, não é preciso sacrificar a vida social, nem deixar de sair com as pessoas. Busque sempre dar prioridade aos restaurantes com opções vegetarianas. Seus amigos vão entender e, na maioria dos casos, te apoiar.

Apesar de ainda não ser maioria, o vegetarianismo está cada vez mais sendo adotado pelas pessoas e os restaurantes estão respondendo, com diversas opções vegetarianas.

3 – Tire um tempo para cozinhar

É natural que na correria do dia a dia, as vezes é preciso contar com um alimento industrializado. Ele quebra um galho de vez em quando, mas não deve ser a base da sua alimentação. É importante tirar um tempo para você fazer a sua própria comida.

Por exemplo, domingo de manhã você pode acordar e fazer a comida para toda a semana. Se você almoça na rua e janta em casa, precisa fazer apenas os alimentos para à noite. Ainda mais porque, os alimentos vegetarianos podem ser um pouco mais caros ou mais baratos, dependendo da situação.

4 – Troque a carne por opções veganas

Além disso, ser vegetariano não precisa necessariamente deixar de comer carne .

O burger gourmet e o frango vegano são opções que são muito saborosas, além de trazer todas as vantagens da comida vegetariana. Estes produtos são fabricados de forma natural e sustentável, usando ingredientes que não fazem mal ao meio ambiente.

Quer conhecer algumas opções e manter a sua dieta vegetariana? Confira!

5 – Tenha uma rede de apoio

Seguir o caminho do vegetarianismo, por si só, não é tão difícil. Mas, às vezes, surgem algumas dúvidas e certas dificuldades. A Superbom te ajuda a passar por esta transição, respondendo às suas dúvidas e até mesmo ouvindo seus desabafos sobre suas frustrações. Como dito acima, é importante sempre procurar tudo sobre o assunto para entender a sua importância.

Com estas dicas, o seu processo de transição para o vegetarianismo é mais tranquilo. Você consegue ter mais sucesso nesta iniciativa contribuindo para a sua tanto do seu corpo como do nosso planeta.

Se quiser conferir outras dicas para ter uma vida saudável, acesse a página do Quero Vida e Saúde para saber ainda mais!