Que o cigarro é um mau muito grande para a saúde, isso todo mundo sabe. Mas porque muitas pessoas insistem em fumar?

A reposta muitas vezes está no ambiente familiar, grupos de amigos ou a influencia da mídia. Depois de muitos projetos de lei, incluindo as frases de advertência que já eram mostradas na TV, no rádio e em jornais, em 2000 passou a ser definitivo, não poderia mais haver propagandas de cigarro na TV e em outras mídias, sem exceções de canais ou horários. Depois que essa lei foi aprovada e as propagadas na TV foram banidas, 33% da população deixaram de fumar, mas 15% da população ainda são fumantes e uma grande  parte do restante se tornam fumantes passivos (que convivem no ambiente de fumantes e acabam inalando a fumaça mesmo sem fumar).

Existem muitos métodos contra o tabagismo, entre eles fitas adesivas, medicamentos químicos e naturais, diversos tipos de chás e até cigarros eletrônicos. Mas o que conta mesmo no momento em que alguém decide parar de fumar é a força de vontade e a consciência de que o cigarro faz mau e deve ser banido do seu cotidiano.

Também é necessária a mudança de hábitos e costumes, tanto alimentares, quando físicos. Por exemplo, ao parar de fumar a pessoa fica com mais apetite e tem que tomar muito cuidado para não descontar a ansiedade no paladar, pois isso pode levar ao ganho de peso excessivo. Então é necessária a prática de esportes ou alguma atividade física para evitar o sedentarismo e o fator do ganho de peso.

As estatísticas mostram que 90% dos casos de câncer no pulmão são decorrentes do cigarro, sendo esse o tipo de câncer que mais cresce no mundo. Mas com a consciência de que o tabaco realmente é prejudicial à saúde e que não é preciso conviver com esse mau, todos são capazes de deixar esse vicio. Acredite a vida é muito melhor sem o cigarro.

Diga não ao cigarro e viva com saúde!