Em meio ao conceito de vida atual onde o tempo está cada vez mais curto, e a correria não deixa outra escolha a não ser correr, é muito difícil encontrar tempo para uma refeição saudável e tranquila. Os fastfoods tem ganhado cada vez mais espaço em meio a essa sociedade que pensa em ter tudo muito rápido na mão.

Com isso, pessoas que buscam uma alimentação mais balanceada e composta por alimentos naturais, orgânicos e sustentáveis, são vistas como eco-chatas, que vivem criticando alimentos como hambúrgueres e frituras que acompanham altas taxas de gordura.

Na verdade esse padrão de vida não convencional surgiu na década de 60 quando a América no Norte teve uma alta influência trazida da Índia, que defendia uma alimentação natural livre de produtos de origem animal. Essa alimentação é baseada em legumes, verduras, frutas e proteínas vegetais; tendo como padrão o cultivo de produtos livres de agrotóxicos e outros pesticidas.

Essa ideologia toma mais força a cada dia que passa, e no Brasil já é comum se ver esse tipo de pensamento sustentável voltado para os alimentos. Além de contribuir para a saúde, visa contribuir para a preservação do meio ambiente e solidariedade com os animais que são vítimas do aumento excessivo da agropecuária, avicultura e suinocultura.

Com uma alimentação baseada em produtos orgânicos sua saúde só tem a ganhar. Seu organismo fica livre de problemas como os cardiovasculares, hipertensão, diabetes e colesterol. Mas é necessário seguir uma alimentação balanceada com todos os nutrientes necessários para o corpo, como: fibras, carboidratos, proteínas, vitaminas e sais minerais.

A prática de exercícios físicos também não pode ficar de fora, com uma qualidade de vida mais sustentável o seu corpo e o planeta agradecem.

 

Seja saudável, seja sustentável!