Essa modalidade surgiu na Califórnia, em meados de 50, quando praticantes do ciclismo convencional buscavam trajetos com mais emoção e adrenalina. Então começaram a desbravar percursos em meio a mata e trilhas que tinham obstáculos a serem ultrapassados, como árvores, pedras e buracos.

Quem gosta de andar de bicicleta não se contenta somente com passeios em meio a cidade, procura também ter o contato com a natureza e desfrutar do ar fresco que as trilhas tem para oferecer.

O vento no rosto, a adrenalina das descidas e curvas pelo caminho, motivam o Biker a sempre ir mais longe na sua pedalada. As paisagens que podem ser encontradas, cachoeiras e rios pelo caminho garantem um passeio completo e que pede por um momento de reflexão, onde a pausa pode proporcionar momentos inesquecíveis de contemplação da natureza.

Mas quem procura um passeio assim, deve trabalhar o preparo físico e ter uma alimentação balanceada e que sustente o corpo durante o percurso. Beber muita água para manter o corpo hidratado e contar com um equipamento (bicicleta) adequado para trilhas de longas distâncias.

É sempre bom ter mais pessoas como companhia, assim garante mais segurança em caso de algum acidente ou auxílio caso fure um pneu ou quebre alguma peça da bicicleta. Também é essencial conhecer o caminho a ser percorrido, isso evita que o grupo se perca e fique sem orientação.

Aproveite a natureza enquanto pedala, isso é saúde!