Quem sofre de problemas de colesterol alto e triglicerídeos vive tentando se livrar dos alimentos prejudiciais, mas nem sempre é fácil. Alguns não contêm rótulos muito claros e outros ainda são muito sedutores do paladar.

Mas uma boa notícia para essas pessoas é a de que um estudo feito por pesquisadores italianos e espanhóis revelou que o morango possui propriedades capazes de reduzir significativamente os índices elevados nas pessoas que têm os problemas mencionados no início do texto. O resultado do estudo foi publicado no “Journal of Nutritional Biochemistry”.

A investigação científica utilizou 23 voluntários. Cada um deles comeu 500 gramas de morango por dia por pouco mais de um mês. As conclusões mostraram que a quantidade total de colesterol caiu 8,78% os níveis de LDL (o colesterol ruim). No caso dos triglicerídeos a queda foi maior do que o dobro, 20,8%.

woman-eating-strawberries-horiz

O HDL (colesterol bom) ficou praticamente inalterado. A utilização do morango melhorou outros índices como, por exemplo, os biomarcadores antioxidantes, além de atuar também como protetores da radiação ultravioleta, reduzir os efeitos do álcool no estômago e ainda fortalecer as células vermelhas do sangue, o que eleva a sua capacidade de antioxidação.

Uma fruta bonita, saborosa e com uma capacidade muito grande no auxílio de pessoas que sofrem tanto para tentar montar uma dieta adequada às suas limitações. Valorizar as frutas, legumes, hortaliças eliminando ou evitando as carnes, massa e gorduras é sempre uma excelente opção àqueles que querem elevar o seu padrão de vida e, consequentemente, garantir uma expectativa maior de ultrapassar os 80 anos.  Como você já sabe, os produtos da Superbom têm uma marca de sempre prezar por excelência, qualidade e naturalidade em suas fórmulas, aliando sempre saúde ao sabor.

Fonte: Bem Estar