As queixas são frequentes. E, muitas vezes, quem está sendo afetado pelo problema não sabe o que fazer para amenizar a situação. Quedas de cabelos e unhas fracas podem sinalizar vários problemas graves como anemia, hipotireoidismo e má circulação. Mas, como na maioria das vezes, alertam apenas que a sua alimentação, no que diz respeito aos valores nutricionais, está com déficit de algumas substâncias.

Outros fatores já conhecidos por todas estão relacionados aos sacrifícios em prol da beleza que “elas” sempre se disponibilizam a passar: uso de química, chapinha, secador de cabelo, dietas radicais… todos esses fatores fragilizam as regiões tão valorizadas pela mulher.

Outra questão pode estar ligada à pouca ingestão de cálcio. Isso faz com que cabelos e unhas se enfraqueçam.  Para tentar resolver esse tipo pontual de problema é necessário que se aumente o consumo de alimentos como algas secas, gergelim e vegetais verdes escuros. O feijão também pode ser muito útil para quem sofre de anemia.

Para o fortalecimento de unhas e cabelos é necessário que exista uma produção adequada de colágeno, produzido apenas para suprir o organismo de minerais, vitaminas e aminoácidos fundamentais no metabolismo da síntese de proteína.

como-fortalecer-unhas-fracas-2

Para se ter uma ideia do quão representativo isso é para o nosso organismo, estudos mostram que 88% da composição do cabelo e grande parte dos materiais que fazem parte das unhas é formado por queratina (um tipo de proteína).  Abaixo, segue uma lista com os principais componentes nutricionais (junto com os seus respectivos alimentos) que você deve consumir para ter um fortalecimento dessas importantes partes do copo:

Zinco (estimula a multiplicação das células) – pode ser encontrado em grãos e produtos integrais.

Vitamina E (contém ação antioxidantes e aumenta a circulação sanguínea, garantindo mais força ao cabelo) – concentram-se no azeite, abacate e nozes.

Vitamina C (atua na formação do colágeno) – é encontrado no tomate, na laranja, acerola e no goji Berry.