Todos sabem que as fibras são nutrientes extremamente importantes e que devem ser consumidos regularmente para garantir o bom funcionamento do organismo. Mas você sabe dizer quais são os grandes malefícios causados pela ausência de fibras na alimentação?

Uma dieta com uma quantidade insuficiente de fibras pode trazer várias complicações a longo prazo para a sua saúde. Esse problema está se tornando cada vez mais comum, principalmente porque o consumo de produtos industrializados e processados está crescendo cada vez mais — esses alimentos são ricos em lipídeos e carboidratos simples, mas costumam ser pobres em fibras.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue lendo e descubra!

Quais são as funções das fibras?

As fibras alimentares são carboidratos presentes em vegetais, que não são digeridos pelo nosso corpo, e a sua ação no organismo está diretamente relacionada com a sua capacidade de dissolução na água. Existem dois principais tipos de fibras: as solúveis e as insolúveis.

Fibras solúveis

 As fibras solúveis têm capacidade de se misturar na água e, no ambiente aquoso, elas agem formando uma espécie de gel, que aumenta a viscosidade dos alimentos no organismo. Essa mudança proporciona a famosa sensação de saciedade — uma questão muito conhecida por quem está querendo perder peso

Além de ajudar a saciar, as fibras têm um importante papel no trânsito intestinal: elas ajudam a regular a atividade e diminuem o tempo entre as evacuações. 

As principais fontes de fibras solúveis que encontramos são as leguminosas, como a ervilha, o feijão, a soja e a lentilha, mas elas também podem ser encontradas em outros alimentos, como na mandioca, nas frutas cítricas, na cenoura, no brócolis, entre outros.

Fibras insolúveis 

Por outro lado, as fibras insolúveis não se misturam com a água, e permanecem intactas durante todo o processo gastrointestinal. Elas não formam um gel, como ocorre com as fibras solúveis, e passam sem grandes alterações pelo processo de digestão. Por isso, sua principal função é auxiliar no aumento do bolo fecal e regular o funcionamento do intestino.

As fibras insolúveis podem ser encontradas nos cereais, nas cascas de frutas (como da maçã e da pera), no feijão, no milho, no pão integral, entre outros.

Quais são os problemas causados pela ausência de fibras na alimentação?

Fome constante

A fome fora de hora pode ser um sinal do seu organismo para a ausência de fibras na alimentação, porque esse “sintoma” afeta muitas pessoas que sofrem de hipoglicemia — que ocorre quando os níveis de açúcar na corrente sanguínea estão baixos (falaremos mais sobre isso abaixo).

As fibras são nutrientes que prolongam a liberação de glicose no nosso organismo, promovendo, assim, a sensação de saciedade por mais tempo. Alimentos ricos em fibras são facilmente encontrados e devem ser introduzidos na rotina, principalmente as fibras solúveis, que como mencionado no começo do texto, têm um importante papel para trazer a sensação de saciedade. 

Colesterol alto

Muita gente não sabe, mas o colesterol alto também pode ter como um fator agravante a falta de uma dieta balanceada, com boas doses de fibras. 

O colesterol é dividido entre HDL (conhecido como colesterol bom) e o LDL (o colesterol ruim). O LDL é responsável pela obstrução de artérias e veias, estimulando o aparecimento de doenças cardiovasculares. Portanto, é preciso ter atenção quando o colesterol encontra-se alterado na corrente sanguínea, pois ele está diretamente ligado a problemas como ataque cardíaco e derrame. 

As fibras solúveis ajudam a controlar esse colesterol ruim, “roubando” as moléculas de gordura no intestino e impedindo que elas sejam absorvidas pelo organismo e, assim, diminuindo a quantidade de gordura que pode vir a se alojar nas paredes das veias e artérias.

Já as fibras insolúveis não estão ligadas diretamente à redução do colesterol na corrente sanguínea, mas auxiliam na medida em que aumentam a saciedade (as fibras insolúveis também ajudam nesse quesito) e, por consequência, na menor ingestão de alimentos ricos em gordura. 

Prisão de ventre

Talvez esse seja o problema mais conhecido e associado à ausência de fibras na alimentação — as fibras são os mais famosos combatentes da constipação intestinal. Para que uma pessoa seja considerada constipada, é preciso que as idas ao banheiro sejam menores que três vezes na semana. 

Esse problema também pode estar ligado a outras alterações no organismo, e até fatores como o estresse são capazes de alterar a normalidade das funções intestinais. Apesar disso, geralmente a constipação ganha forças em um organismo com baixa ingestão de fibras e de líquidos, principalmente de água. 

Como falamos, as fibras insolúveis são as que aceleram o trânsito intestinal, aumentando o bolo fecal. Já as fibras solúveis melhoram a saúde do intestino, elevando a população de bactérias benéficas ao organismo, que são extremamente necessárias para o processo de digestão dos alimentos.

Por fim, a água é um aliado fundamental. Sem ela, as fibras não ganham a consistência ideal para atuarem sobre as gorduras no organismo.

Obesidade

Quando uma pessoa está com fome e consome doces ou alimentos pobres em fibras, a absorção da glicose é feita de maneira muito rápida no organismo. Devido a esse pico glicêmico, é provável que a pessoa retorne a comer em pouco tempo, e esse fator contribui muito para o ganho de peso indevido. 

Os alimentos que são ricos em fibras, aumentam a sensação de saciedade, auxiliando diretamente para o emagrecimento saudável. Além disso, é importante manter uma dieta equilibrada e não se esquecer dos exercícios físicos. 

Hipoglicemia

Quem tem o costume de optar por carboidratos simples ou massas e pães com farinha de trigo refinada está se alimentando com nutrientes de rápida absorção. A glicose presente nesses alimentos é rapidamente absorvida pelo organismo, levando ao aumento da produção de insulina. Pouco tempo depois é que ocorre uma ausência repentina de açúcar no sangue — conhecida como hipoglicemia. 

Se você sofre com episódios constantes de hipoglicemia, lembre-se sempre de dar preferência aos carboidratos integrais, ricos em fibras que ajudam a manter a saciedade liberando o açúcar aos poucos no organismo. 

Com essas informações em mãos fica mais fácil entender os malefícios da ausência de fibras na alimentação, não é? Então, não deixe de acompanhar mais dicas aqui no nosso blog! Quer saber como uma alimentação balanceada impacta no seu dia a dia? Leia agora mesmo este post e descubra a importância desse hábito para a sua saúde!