Estudo da Universidade de Las Palmas de Gran Canaria, na Espanha, revelou: uma dieta rica em alimentos de origem natural, com pouca ou nenhuma carne vermelha, peixes e distância do fast food pode ser grande aliada no controle da depressão. Os dados mostraram que aqueles que mantinham uma alimentação mais saudável, acompanhados por oito anos, apresentaram risco 30% menor de desenvolver depressão.

Segundo Cristina Ferreira, gerente industrial da Superbom, uma alimentação equilibrada, rica em vegetais, grãos, cereais, entre outros itens, é capaz de auxiliar na prevenção e no combate de uma série de doenças. “Esses alimentos são ricos em fibras, antioxidantes e nutrientes, consequentemente trazem uma série de benefícios ao organismo, como combater os radicais livres, melhorar a função do sistema imunológico e digestório, entre outros. Também possuem quantidades significativas de vitamina B, ácido fólico e zinco, substâncias com ações relacionadas à depressão”, esclarece.

Com a vida corrida, nem sempre é possível ter refeições completamente saudáveis, a dica é optar por substituições inteligentes, como trocar o refrigerante por sucos naturais, por exemplo. “Ricos em vitaminas, os sucos ainda possuem minerais e fibras, e não contêm conservantes”, destaca.

Já a proteína de soja pode ficar no lugar da carne vermelha. “Entre os seus benefícios, possui baixo de teor de gordura, ausência de colesterol, alto teor de fibras e elevado conteúdo proteico”, conclui Cristina.

Algumas boas opções para a sua dieta:

MEL

O mel é um produto saudável, rico em vitaminas A, B, C e D; sem conservantes; previne anemia, insônia; é uma fonte de energia e pode ser um substituto do açúcar.

CEVADA

Para evitar o consumo de cafeína, a Cevada é uma alternativa saborosa e saudável ao café. A bebida pode ser encontrada na versão “torrada e moída” e “solúvel”, é rica em carboidratos, fibras e vitaminas do complexo B, além de ajudar a diminuir os níveis do mau colesterol.

Produtos_Superbom