O ser humano é naturalmente nostálgico. Muito frequentemente temos o desejo intenso de reviver situações marcantes do passado que desempenharam importantes funções em nossas vidas. Seja um lugar, um momento, uma pessoa, uma fase, um pet… temos facilidade de nos apegar e isso faz com que a saudade esteja a todo momento presente em nossa vida.

Normalmente é um sentimento bom, que traz boas recordações à nossa rotina. Mas nem sempre isso é benéfico à rotina. Muita gente sofre muito com as ausências geradas por perdas e separações. O dia 30 de janeiro é conhecido como o dia da saudade, por isso, o Blog da Superbom separou quatro dicas para que você não seja abatido por esse sentimento que pode afetar a nossa vida de forma dicotômica. Anote:

lulybmissyou

Escreva

Muitos especialistas acreditam que colocar os sentimentos no papel é uma terapia eficiente. Escreva tudo o que está sentindo. Esse ato alivia um pouco as tensões.

Ouça música

Além de dar uma tranquilizada, pode ajudar a lembrar daquilo que te faz sentir saudade. Ainda mais quando a cação que você ouve remeta diretamente ao contexto. Quando é o caso de um relacionamento, pode se usar a “música do casal”. Isso diminui bastante a dor no coração.

Não permita que o sofrimento te consuma

Em momentos livres, tente fazer coisas diferentes. Viver o presente também é importante. Exercícios físicos, passeios culturais, visita a amigos, leitura de um bom livro… são opções que podem distrair.

Seja coerente

Você tem todo direito de sentir falta, mas não pode deixar sua vida por causa dessa questão.

 

Fontes: Dica do dia e Uol