O consumo de grãos e sementes no dia a dia é essencial. O feijão, a soja, milho, ervilha, lentilha entre outros, são muito benéficos para a saúde e indispensáveis em nossa alimentação, mas podem carregar substâncias e elementos químicos usados no processo de sua produção que nos prejudicam, e quando preparados de forma adequada se tornam mais saudáveis.

O ideal é sempre deixar esses alimentos de molho antes do preparo, esse método é usado há milênios por povos primitivos, como indianos, etíopes, africanos e índios que já tinham a consciência sobre hábitos saudáveis de alimentação e preparo dos alimentos.

Os grãos contêm acido fítico sobre sua camada, esse é um tipo de ácido de origem orgânica em que o fósforo é ligado. Esse tipo de ácido pode prejudicar a absorção do ferro, magnésio, cálcio e o zinco intestinal. Isso impossibilita do organismo se beneficiar desses nutrientes.

Uma alimentação rica em grãos de origem integral e não fermentados causam deficiências de minerais e complicações ósseas. E mais, o preparo inadequado desses grãos e o consumo excessivo pode melhorar o funcionamento intestinal, porém pode causar problemas como gases e outras complicações indesejáveis.

Ao deixar de molho esses alimentos as enzimas, lactobacilos entre outras substâncias, neutralizam o ácido fólico que existente nos grãos. Os benefícios são muitos, é basta apenas deixá-los de molho por pelo menos 7 horas.

No caso das sementes, é possível neutralizar os inibidores enzimáticos, e ainda se propaga a produção de enzimas benéficas ao organismo. A ação dessas enzimas aumenta a quantidade de vitaminas, em especial as vitaminas do complexo B.

Com o preparo adequado dos alimentos, sua alimentação fica mais rica e sua saúde agradece!