Muitas são as pesquisas que descobrem os benefícios de ser vegetariano. Cada vez mais é provado que levar uma vida natural é de extrema importância para a saúde e, consequentemente, eleva os dias com qualidade nessa Terra.

Um estudo recente realizado na Universidade de Harvard constatou que mulheres consumidoras excessivas de carne vermelha podem aumentar o risco de desenvolverem câncer de mama, principalmente se a utilização for intensificada no início da fase adulta. Os pesquisadores recomendam que é melhor substituir o alimento por combinações com feijões, ervilhas e nozes.

carne-a35014

Esses dados foram obtidos com a avaliação e acompanhamento da saúde de 89 mil mulheres com idades entre 24 e 43 anos. O estudo foi liderado pela Escola de Saúde Pública de Harvard e analisou a dieta de quase 3 mil mulheres que tiveram câncer de mama.

Apesar dos cientistas afirmarem que o risco é pequeno, estudos anteriores também relacionavam o consumo do alimento a outros problemas. Não é somente a mama que pode sofrer consequências com a ingestão desenfreada desse tipo de carne. O próprio câncer de intestino é um deles.

Claro que, aliado à dieta, deve ser considerado também a importância de se levar uma vida saudável em diversas dimensões. E a recomendação de sempre é a de fazer visitas periódicas ao médico para que exames adequados sejam solicitados e realizados para se saber detalhadamente como está os seus órgãos internos. Sempre quando algum problema é detectado precocemente, a chance de resolução aumenta, além de diminuir as agressões geradas pelo tratamento.

Fonte: Uol Saúde