22 nov
conheça o cruvidorismo

Alguns já devem ter ouvido falar do termo cruvidorismo, ou comida viva. Trata-se de uma alimentação baseada em legumes e verduras capazes de serem servidas cruas, sem ferver, cozinhar ou assar.

A ideia é aproveitar ao máximo os nutrientes e vitaminas dos alimentos de origem vegetal, pois ao serem expostos a altas temperaturas, tanto na água, como no calor de um forno, esses alimentos perdem grande porcentagem de suas propriedades alimentares, quando o organismo de quem os consome poderia estar se beneficiando deles.

Escolher por esse tipo de alimentação, não quer dizer que deva se restringir do prazer de comer, na verdade representa optar por comer mais frutas e vegetais e também saber a forma correta de preparar esses alimentos. Nesse novo estilo de alimentação, existem vários níveis de adaptação e alternativas alimentares, veja só:

100% crudivoro: são as pessoas que consomem os alimentos 100% crus, muitas vezes sem serem temperados. Dessa forma, fica em evidência somente o gosto do alimento.

Os que comem 70% dos alimentos crus ou 30% cozidos: incluem-se os veganos, que não consomem nada de origem animal, ou os ovolactovegetarianos, que consomem ovos e derivados de leite.

Em transição: pessoas que incluem somente suco verde e comem saladas cruas no almoço e jantar.

Os benefícios da alimentação cruvidorista:

*Contém vitaminas e fitonutrientes, que previnem doenças crônicas e melhoram a função celular.

*É rica em clorofila, substância existente em todas as plantas e que contribui com a circulação, gera oxigenação celular e também é rica em magnésio e ainda atua no processo de equilíbrio ácido do corpo.

*Com uma alimentação rica em enzimas vegetais, o corpo funciona melhor e proporciona o aumento de energia e melhora na digestão.

*É capaz de hidratar o organismo justamente por ser rica em vegetais, poia a água existente nesses alimentos tem ligações químicas diferentes e gera uma melhor absorção celular.

*A alimentação cruvidorista traz ao organismo óleos potentes da natureza que são necessários para o sistema celular, contribui para as funções neurológicas, onde previne doenças inflamatórias. Não devem ser usadas gorduras saturadas, somente óleos de coco, de abacate (o próprio abacate), azeite de oliva, sementes de chia e linhaça, nozes e macadâmias. Esses óleos que foram citados, com exceção do de coco, são sensíveis ao cozimento, por isso, sempre devem ser consumidos crus.

*A alimentação viva é alcalina, gera condições ideais para o sangue e para o funcionamento celular.

*As frutas são ricas em vitaminas, dessa forma fornecem o sabor doce, podendo ser adicionadas também em saladas, além de saciarem o paladar.

*Em geral, as folhas são muito ricas em minerais e proteínas, nutrientes indispensáveis para o corpo.

*Os grãos devem ser consumidos com moderação, assim como o glúten. O trigo sarraceno, trigo em grãos, grão de bico e lentilha, devem ser deixados de molho por 8 horas, esse processo ajuda a eliminar as impurezas do grão.

*Previne contra o envelhecimento precoce, isso acontece por causa da restrição calórica que ocorre naturalmente com a alimentação viva.

O cruvidorismo é uma ótima opção para quem quer perder peso e ter uma alimentação mais natural, experimente os seus benefícios!

‹ Voltar