Existem alguns problemas que só quem tem entende. Muitas vezes tratadas como “frescas” ou “enjoadas”, as pessoas com intolerâncias alimentares passam por desafios diários em toda refeição. Saber a composição de cada alimento é de extrema importância para que nada seja ingerido por acidente e gere efeitos colaterais indesejados.

A menos que você tenha passado previamente por um alergista, você pode descobrir uma intolerância ou uma alergia a qualquer refeição. Vamos falar um pouco sobre alguns cuidados no dia a dia para que os intolerantes não sejam pegos de surpresa e acabem com problemas mais sérios pela ingestão de substâncias que o organismo simplesmente não aceita.

Prepare-se para comer fora de casa

Talvez as refeições fora de casa sejam o maior desafio para aqueles que têm alguma restrição alimentar. Além da falta de preocupação dos restaurantes e lanchonetes com o cardápio especial para esse público, a carência de informação pode ser mais um problema.

Planeje as refeições

Se você já tem consciência de suas limitações ao comer, o ideal é elaborar um planejamento especial para a rotina alimentar. Coloque em seu roteiro os restaurantes que tenham maior cuidado com essa questão e que apresentem menus separados, sem glúten, sem lactose, ovos e afins. Dê prioridade para aqueles que se preocupam com sua saúde.

Faça sua própria comida

Para quem tem tempo, sem dúvida essa é a melhor alternativa. Sabendo o que você pode ou não comer, é possível preparar uma infinidade de pratos deliciosos voltados para sua limitação. Programe sua rotina para preparar sua própria comida e esteja 100% seguro de que está comendo com saúde — além de economizar um dinheirinho.

Informe suas restrições

Claro que poucas pessoas sabem que você não pode comer determinado tipo de alimento, por causa de uma alergia ou de uma intolerância. Por isso, informe no estabelecimento onde você vai comer sobre essas questões. Assim, as pessoas vão ajudá-lo a escolher uma refeição adequada. A dica é evitar estabelecimentos lotados, para que não haja informações desencontradas e equívocos que podem fazer você perder o dia passando mal.

Tenha atenção aos rótulos

Letras miúdas são confusas e chatas de ler, certo? Certo. Porém, é preciso superar essa preguiça quando sua saúde está em jogo. Esteja atento às informações nutricionais presentes nas embalagens e tenha certeza de que não há nada que possa causar uma reação alérgica ou algum tipo de intoxicação.

Procure estabelecimentos especializados

Mais uma vez: valorize quem se preocupa com sua saúde. Existem estabelecimentos especializados que vendem produtos e comida para as pessoas que têm intolerâncias alimentares. Pesquise e se informe sobre esses lugares e coloque-os no seu cotidiano.

Use a tecnologia como aliada: há aplicativos de celular que localizam esses lugares. MyHolyFood, Zero%, Achei sem Glúten e GoodGuide são exemplos de ferramentas que podem ajudá-lo nessa empreitada.

Existem muitas formas alternativas de se alimentar com saúde para quem tem intolerâncias alimentares. Esses são alguns dos cuidados que essas pessoas devem tomar para se alimentar com saúde e evitar transtornos. Acha que nossas dicas podem ser úteis para seus amigos? Compartilhe esta postagem nas suas redes sociais!

Veja alguns dos principais problemas das intolerâncias alimentares:

intolerâncias alimentares