Está mais do que comprovado que comer além da conta pode causar diversas complicações como obesidade, colesterol alto e problemas cardíacos. Agora, uma pesquisa comprova que exagerar na dieta aumenta os riscos de você sofrer com doenças como o Alzheimer no futuro.

Comer em excesso pode causar problemas de memória

O estudo foi desenvolvido Centro Monte Sinai de Alzheimer, em Nova York (EUA), e envolveu mais de 1.200 pessoas, com idades entre 70 e 89 anos. Os participantes responderam um questionário sobre os seus hábitos alimentares do ano anterior e foram divididos em três grupos: os que comeram entre 600 e 1.526 calorias por dia, os que ingeriram entre 1.526 e 2.143 calorias e aqueles que comeram entre 2.143 e 6.000 calorias por dia.

Após analisados os resultados, os pesquisadores descobriram que os idosos que ingeriram entre 2.100 e 6.000 calorias por dia eram duas vezes mais propensos a desenvolver problemas de memória, que podem evoluir para outras doenças, como Alzheimer. Os resultados também levaram em consideração outros fatores, como idade, sexo, escolaridade, histórico de acidente vascular cerebral e depressão.

Segundo os autores da análise, os resultados mostram que as pessoas com idades entre 70 e 80 anos não devem consumir mais do que 2.100 calorias por dia, pois assim evitam tanto os problemas de memória, como a obesidade, o diabetes e as complicações cardiovasculares.

Fonte: Minha Vida