Uma sociedade é moldada através de costumes e uma gama de hábitos culturais que pouco muda com o passar dos anos. Um desses hábitos é retirar a casca dos alimentos. É uma prática que fazemos todos os dias, automaticamente e nem sequer paramos para pensar se a casca daquela fruta ou legume poderia ser aproveitada.

Um exemplo bem simples é a batata. Você sabia que a casca da batata tem mais vitamina C do que uma laranja?

Além de possuir muitos nutrientes, a casca é rica em fibras. Uma dieta com fibras é importantíssima para perder e manter o peso. As fibras auxiliam no bom funcionamento do intestino.

Também estão presentes minerais, vitaminas e elementos com função antioxidante que retardam e combatem o envelhecimento e embelezam a alma.

Não jogue fora as cascas dos alimentos

Mas aí surge a pergunta: e os agrotóxicos?

Por causa dos agrotóxicos, as pessoas retiram as cascas dos alimentos e não aproveitam suas propriedades nutritivas. Alguns estudos científicos comprovam que os agrotóxicos não ficam apenas na casca, mas sim penetram no legume ou fruta por inteiro. Desse modo, lavá-los com cloro, vinagre ou cândida ajuda matar as bactérias.

Para não correr o risco de ter problemas com agrotóxicos, é recomendável uma alimentação rica em nutrientes e fibras para fortalecer o organismo. Outra dica é ingerir alimentos antioxidantes e que desintoxicam: couve-flor, brócolis, alho, cebola, limão, repolho e alcachofra.
Beber muita água e consumir frutas da estação também pode ajudar.

8 alimentos que você deve comer com a casca:

Amêndoas – a pele marrom das amêndoas promove boas bactérias no intestino, ajudando no processo digestivo e ainda contém vitamina E, que ajuda no combate do colesterol ruim.

Frutas Cítricas – as cascas dessas frutas contêm cerca de quatro vezes mais fibras do que a própria fruta em si, além disso, há um composto natural que combate o câncer. Raspe as cascas do limão e coloque em saladas e pratos quentes.

Maçã – a casca ajuda a reduzir o colesterol ruim e outras gorduras no sangue, ajudando a reduzir problemas cardíacos, obesidade e diabetes. Nutre também o músculos, impedindo a atrofia muscular.

Cebola – uma pesquisa revelou que as cascas de cebola contêm flavonoides, substâncias anti-inflamatórias e antioxidantes. Cozinhe suas sopas com cebolas inteiras!

Batata – já falamos que a casca da batata possui mais vitamina C que uma laranja, também possui fibras e potássio, importantes para digestão e o metabolismo de carboidratos e proteínas. Coloque na sopa a batata inteira, depois de lavá-la muito bem.

Berinjela – aqui podemos encontrar um antioxidante cerebral chamado antocionida, também é rica em potássio, magnésio e fibras.

Kiwi – a casca dessa fruta tem três vezes mais antioxidante do que a polpa, é rica em fenólicos, vitamina C e fibras, que melhoram a função intestinal. Uma dica: a casca do kiwi “gold” é mais doce e tem menos “pelinhos”.

Banana – a casca é rica em fibras e possui luteína, um antioxidante que protege os olhos contra a exposição ultravioleta e combate a catarata.

Coloque a criatividade para funcionar e faça receitas novas com as cascas dos alimentos e tenha uma alimentação saudável sempre, sem perder nada!