Você já parou para pensar sobre o sofrimento imposto aos animais durante o abate e em questões ambientais (como o desmatamento) causadas pelo consumo excessivo de proteína animal no mundo? Se sim, certamente conhece os benefícios que o vegetarianismo traz para o planeta.

Além do bem-estar global, no entanto, ser vegetariano pode ajudar você a prevenir doenças e garantir mais saúde e qualidade de vida.

De acordo com um relatório publicado pela ONU, a Organização das Nações Unidas, 70% das doenças que surgiram nas últimas décadas poderiam ser evitadas se não ingeríssemos tantos produtos de origem animal.

Em palavras simples, podemos prevenir uma série de enfermidades e levar uma vida mais saudável apenas cuidando melhor daquilo que colocamos no prato.

Ficou interessado? Então conheça agora algumas doenças das quais você pode escapar ao aderir a uma dieta vegetariana!

1. Doenças cardiovasculares

Um dos maiores benefícios de ser vegetariano é a sensível diminuição dos riscos de contrair cardiopatias, as doenças do coração. Isso porque o consumo excessivo de proteína animal ajuda a elevar os níveis de LDL — o chamado colesterol ruim —, o que aumenta o risco de infartos.

Além disso, os adeptos de uma dieta vegetariana também costumam aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes, alimentos isentos de colesterol e ricos em antioxidantes, substâncias que reduzem as inflamações, protegendo o coração.

Segundo um estudo científico divulgado pela ADA, a American Dietetic Association, realizado com 76 mil indivíduos, as mortes por infarto são 31% menores em homens vegetarianos e 20% menores em mulheres que seguem a mesma dieta.

2. Diabetes

De acordo com um estudo publicado na revista Cardiovascular Diagnosis And Therapy, manter uma dieta vegetariana pode ajudar também a estabilizar os níveis de açúcar no sangue, prevenindo e controlando a diabetes.

Segundo os pesquisadores, retirar a proteína animal da dieta e optar por uma alimentação mais natural, livre de alimentos muito refinados e processados e baseada em vegetais, é uma excelente alternativa para o tratamento e prevenção da diabetes tipo 2.

Além disso, o vegetarianismo também é útil no controle da pressão arterial. Em média, indivíduos adeptos de uma dieta sem proteína animal apresentam uma redução de 5 a 10 mmHg quando comparados aos onívoros, ou seja, aqueles cuja alimentação vem de fonte tanto animal quanto vegetal.

3. Câncer

Seguir uma dieta vegetariana pode ajudar inclusive a prevenir alguns tipos de câncer. Segundo estudos científicos reunidos pela ADA, indivíduos que não excluíram as proteínas animais do seu cardápio têm um risco 88% maior de contrair câncer de intestino grosso.

Além disso, os não vegetarianos também correm 54% mais risco de contraírem câncer de próstata do que os adeptos de uma dieta livre de proteína animal. Motivos mais do que suficientes para você ficar longe de vez desse tipo de alimento, não é mesmo? Sua saúde agradece!

Gostou de entender um pouco mais sobre os benefícios de ser vegetariano e como você pode evitar uma série de doenças ao excluir a proteína animal do seu cardápio?  Então compartilhe agora mesmo este post em suas redes sociais para que mais pessoas se informem sobre o assunto!