Hoje é o dia do esportista e continuamos a nossa série de postagens falando sobre os alimentos que não devem faltar na mesa desses atletas. Ontem aprendemos sobre a banana e suas propriedades. Hoje vamos ter como protagonista um produto que não é tão adequado à nossa cultura, por ser derivado de uma frutinha que não é produzida por aqui. Na região mediterrânea é muito cultivada e consumida pela população local, famosa por possuir uma das melhores dietas do planeta, graças à utilização generosa desse poderoso óleo. Claro que estamos falando do azeite.

Muito mencionado na Bíblia, sua utilização pode ser mais antiga do que imaginamos. Existem registros do período mesopotâmico que relatam a presença da substância. Com os passar dos anos novas técnicas foram surgindo e o produto foi se aprimorando. Atualmente o azeite movimenta um mercado gigantesco ao redor do mundo, levando saúde e longevidade aos seus usuários. É rico em gorduras monoinsaturadas, consideradas boas por não se acumularem de forma localizada no corpo ou entupindo as artérias. Essa substância fornece energia, fator muito importante para que o atleta obtenha mais vigor em seus exercícios.

azeite

O azeite também possui vitamina E, que é um antioxidante poderoso para quem faz atividade, isso evita que as células sofram algum tipo de danificação. Os nutricionistas recomendam uma utilização periódica do óleo nas refeições, já que o consumidor não precisa se preocupar com os quilinhos a mais, pois dificilmente se engorda consumindo o produto. É possível utilizar todos os dias nas saladas do almoço e jantar.

Vale também substituir a manteiga, geleias, requeijão e outros supérfluos que utilizamos para rechear o pão, pelo precioso ingrediente mediterrâneo. Apesar do preço não ser muito convidativo, os benefícios para a saúde proporcionados pelo óleo são impagáveis. Amanhã conheceremos mais um produto natural capaz de auxiliar a vida dos que praticam esportes.