Toda mulher sabe quando estão chegando “aqueles dias”.  A famosa TPM (tensão pré-menstrual) é caracterizada por um conjunto de sintomas físicos, emocionais e comportamentais, que iniciam na semana anterior à menstruação e são aliviados com o início do fluxo menstrual. Nesse conjunto de sintomas podemos notar a retenção de líquidos, o desejo por doces, irritação sem motivos aparentes, entre outros sintomas.

Alimentação e exercícios físicos amenizam a TPM

A boa notícia é que a alimentação e a prática de exercícios físicos podem ser as melhores formas de amenizar os sintomas e deixar as mulheres mais confortáveis nesse período de grande variação hormonal. Separamos algumas dicas de alimentos e exercícios que farão a TPM ser fácil de lidar.

A dica é inserir alimentos ricos em magnésio, responsável pela síntese de proteínas: figo, aveia, beterraba, alcachofra, quiabo, abacate e banana, entre outros alimentos ricos no nutriente. Para aliviar dores e inchaços recomenda-se tomar bastante água e alimentos que melhoram a circulação: salmão, azeite de oliva, nozes, castanhas e linhaça. Ainda, durante a TPM, há uma queda nas taxas de vitamina B6 no organismo, nutriente que participa da produção de serotonina e, em consequência, melhora o humor, essa vitamina pode ser encontrada em alimentos, tais como: banana, semente de gergelim, grãos integrais, batata e lentilha.

Outra dica para amenizar a TPM é a prática de exercícios físicos. Durante a prática do exercício liberamos a endorfina, hormônio responsável pela sensação de prazer. A atividade física também acelera o metabolismo e contribui na melhora da circulação sanguínea.

Alimentação e exercícios físicos amenizam a TPM

É importante ressaltar que alguns alimentos devem ser evitados nesse período, como: café, refrigerantes, embutidos, adoçantes e produtos dietéticos, chocolates, bebidas alcoólicas, carnes vermelhas, alimentos gordurosos, açucares e sal.

 É necessário dosar as quantidades e equilibrar o cardápio do dia a dia. Além de aliviar os sintomas da TPM, essas dicas garantem também uma qualidade de vida mais saudável.