Se tem uma coisa que todo mundo gosta, é se reunir com os amigos para comer algo bem delicioso. E se a gente disser que, para encantar o paladar da galera, não precisamos nem de muito tempo na cozinha, nem de receitas difíceis? 

Uma boa opção para ganhar tanto em sabor quanto em praticidade é optar por fazer um patê vegano. Esse tipo de preparo geralmente aparece como entrada, mas pode ser também uma escolha interessante para lanches e refeições principais.

Os patês veganos são bem simples de fazer, e você pode utilizar variados ingredientes. O cuidado principal está na textura: o resultado final deve ser um creme homogêneo e consistente, perfeito para lambuzar pães, vegetais e petiscos variados.

Entre os tipos mais fáceis de preparar, estão o de abacate, o de azeitona e o de berinjela. As três receitas levam poucos ingredientes e apresentam sabores marcantes, mas nada enjoativos — por isso, são ótimos curingas, funcionando com diversos pratos.

Para o de abacate, você só precisará de: 

  • 2 abacates maduros;
  • suco de 1 limão;
  • 1 cebola ralada;
  • 1 fio de azeite de oliva;
  • 1 colher (café) de mostarda.

No de azeitona, também vai pouca coisa:

  • 3 fatias de pão bastante esfarelado;
  • 1/2 xícara (chá) de azeitonas pretas sem caroço;
  • 3 colheres (sopa) de azeite de oliva;
  • 1/4 xícara (chá) de água ou leite vegetal.

Por fim, para o de berinjela, a lista também é pequena:

  • polpa de 1 berinjela grande assada;
  • 2 colheres (sopa) de tahine;
  • suco de 1 limão;
  • 2 dentes de alho picados.

E o modo de fazer de todos é simples: basta misturar os ingredientes de cada receita até obter cremes homogêneos e com textura para espalhar. Não se esqueça de temperá-los com sal e outros temperos à sua escolha; a medida é a gosto.

E, agora, para você se inspirar e ver como pode ser uma boa ideia servir patê vegano nos seus encontros, vamos mostrar 5 dicas de combinações e acompanhamentos que vão muito bem com as receitas que mostramos acima. Confira!

1. Sanduíches naturais

Além de facilitarem a hora de servir, os sanduíches são lanches geralmente bem fartos. Logo, são ótimas pedidas para reuniões mais longas, como um piquenique no parque, um dia na praia ou uma tarde na piscina.

Para que os pães não fiquem secos, a cobertura das fatias com patê é uma excelente pedida. E, para rechear os sanduíches, você pode adicionar os vegetais que preferir, como folhas verdes, tomate, cebola e pepino. 

Depois de fazer o patê, basta montar os lanches um pouco antes de sair e colocar tudo em uma bolsa térmica ou em um isopor. 

2. Batatas assadas

Doce, baroa, inglesa, asterix… seja qual for o tipo escolhido, uma coisa é inegável: batatas assadas são tudo de bom! Porém, esse petisco não tem tanta graça sozinho. Um detalhe a mais para dar tempero e textura é sempre bem-vindo. E para você não depender sempre da maionese vegetal, optar por um patê saboroso é bem interessante.

Uma sugestão para variar na apresentação e na textura é, em vez de fazer as batatas nos formatos tradicionais — palito ou meia lua —, usar um ralador afiado para fazer rodelinhas bem finas, tipo chips. Depois, é só assar as batatas até ficarem sequinhas.

3. Cesta de pães

A dica, aqui, é que você escolha uma seleção dos seus pães veganos favoritos. Pode ser francês, multigrãos, australiano, sírio, pita, ciabatta, com ervas. Independentemente dos estilos escolhidos, não tenha dúvidas de que qualquer um deles vai acompanhar muito bem os patês que ensinamos neste post. 

O legal de uma cesta de pães é que essa é uma opção para oferecer algo gostoso e acolhedor antes do início de um jantar, por exemplo. Mas você pode também usar a ideia para servir um brunch, no intervalo entre o café da manhã e o almoço, ou, então, um café ao estilo colonial. Nesse último caso, além dos pães, aposte em outros quitutes, como torradas e biscoitos

4. Tofu e vegetais grelhados

Fazer uma tábua de tofu e vegetais assados na grelha é uma ideia bem legal para almoços longos, como os de domingo. Você pode preparar espetinhos para cada variedade que será servida, cada uma com um tempero específico. E os assados acompanham muito bem os patês. O resultado da combinação ganha qualquer paladar: o contraste de crocância e maciez do tofu e dos vegetais com a cremosidade dos patês é extremamente saboroso.

Na hora de fazer a seleção de peças, prefira os tofus sem tempero, pois, assim, você garante que os patês não ficarão escondidos. E, para preparar os vegetais, pense naqueles mais consistentes e que oferecem um paladar adocicado ou neutro, como cenoura, cebola, chuchu, nabo, beterraba e pimentão — todos combinam muito bem com a potência salgada dos patês.

5. Saladas

Outro preparo que aceita muito bem os patês são as saladas. Aqui, os cremes veganos fazem o papel de molhos, realçando o sabor natural dos vegetais. Entre as melhores opções para a base de saladas com patê estão as folhas verdes, como rúcula, agrião, escarola, alface e repolho.

Para enriquecer a refeição, é possível adicionar sementes, oleaginosas, legumes ou leguminosas. A ideia é que você utilize a criatividade e, claro, não deixe de montar um prato bastante colorido. Assim, você deixará a salada muito convidativa.

Fazer patê vegano é uma ótima estratégia para montar refeições saborosas e com praticidade. Os cremes funcionam como um complemento essencial para alimentos mais secos, conferindo umidade e textura aos pratos.

E mais uma vantagem: além de levarem poucos elementos e serem fáceis de fazer, as receitas podem ser aumentadas com facilidade. A quantidade dos ingredientes dependerá do número de pessoas que forem servidas. Então, basta você fazer alguns testes em casa, observar as quantidades que a galera come e, aos poucos, organizar os preparos para os seus encontros. Bem simples!

E você, conhece outras receitas de patê vegano, ou, então, combinações e acompanhamentos diferentes? Participe do nosso blog deixando um comentário com suas dicas aqui neste post!