As frutas estão entre os principais alimentos de uma alimentação balanceada. O número de porções consumidas por dia varia de pessoa para pessoa, dependendo das necessidades do plano alimentar. Mas uma coisa é certa: as frutas não podem faltar no cardápio, pois oferecem substâncias que suportam as funções metabólicas, conferindo energia e vitalidade. 

Junto dos legumes e das verduras, as frutas compõem um grupo alimentar indispensável para a regulação do organismo — inclusive, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo mínimo de 400 g desses alimentos por dia. E como são fontes de variados nutrientes, especialmente vitaminas, sais minerais e fibras, as frutas oferecem ganhos inegáveis para um cronograma alimentar equilibrado. 

Se você tem interesse em alimentação natural e busca sempre informações para organizar o seu cardápio, o post de hoje é um bom guia. Acompanhando a leitura, você conhecerá 5 benefícios das frutas e, ainda, 5 maneiras de incluí-las na rotina. Confira!

5 benefícios das frutas para a alimentação

Como já falamos, as frutas fazem parte de uma alimentação balanceada. A seguir, conheça algumas das principais vantagens que elas oferecem:

1. Ajudam na manutenção do peso

Geralmente docinhas e saborosas, as frutas funcionam bem tanto no paladar quanto na balança. Comendo uma porção no lanche, por exemplo, você consegue driblar a hora da fome com uma quantidade de calorias menor que a de muitos snacks, o que é ótimo para a manutenção do peso. 

Além disso, algumas frutas, como o morango, a uva, a maçã e a laranja, são ótimas fontes de antioxidantes. Essas substâncias têm alto potencial anti-inflamatório e, portanto, facilitam os processos de emagrecimento.

2. Oferecem boa quantidade de fibras

As frutas atuam na regulação do organismo porque elas oferecem bastantes fibras. Quando consumimos esse tipo de substância em quantidade adequada, os processos de digestão e excreção são bem regulares. 

As fibras se concentram principalmente nas cascas das frutas, então, sempre que possível, dê preferência para ingeri-las inteiras (menos em casos como o do abacaxi, por exemplo). Lembre-se de dar preferência aos orgânicos, pois os agrotóxicos ficam depositados, em grande parte, na parte externa dos alimentos.

3. Fornecem energia

As frutas estão entre os principais carboidratos de uma alimentação equilibrada. Como são altamente energéticas, oferecem gás para que o nosso corpo mantenha-se ativo. Apesar de todas as frutas oferecerem carboidratos, algumas delas se destacam nessa função. Um excelente exemplo é o abacate, que também é rico em gorduras boas — não é a toa que ele faz parte da dieta indicada para esportistas.

4. Previnem doenças

A potente combinação nutritiva de vitaminas, fibras e sais minerais e o grande potencial de hidratação das frutas — o limão, a melancia e o morango são exemplos de alimentos com alto teor de água — fazem com que a presença delas na alimentação auxilie a prevenir doenças.

Por exemplo, a alta quantidade de fibras pode ajudar a evitar o surgimento de problemas cardiovasculares e também de câncer de cólon. Já o potássio, bastante presente em frutas como a banana e o damasco, auxilia no controle da ansiedade e de problemas de pressão arterial. 

5. Mantêm a saúde da pele

Como comentamos na questão do peso, as frutas têm antioxidantes, substâncias que, além de ajudarem no controle de inflamações, também trabalham no combate ao envelhecimento celular. Assim, ao ingerirmos porções diárias de frutas, quem agradece é a nossa pele.

Mais do que o aspecto jovem e leve, livre de manchas e sinais de acne, por exemplo, os antioxidantes atuam nas defesas da cútis, pois fortalecem a imunidade das células. É por isso que eles são essenciais para a manutenção da pele saudável. Algumas das frutas mais indicadas para esse cuidado são as vermelhas, como a cereja e a framboesa.

E agora que você já viu alguns dos principais benefícios das frutas, veja, a seguir, como adicioná-las na alimentação do dia a dia.

5 formas de incluir frutas no cardápio

Para começar, saiba que, de longe, a melhor forma de inserir frutas no seu dia a dia é consumi-las cruas. Desse modo, sem interferência de processos de cozimento e secagem, a garantia é de que os nutrientes sejam potencializados. 

Porém, para que a alimentação seja equilibrada, o segredo é variar. Então, é um hábito bastante saudável preparar os alimentos de diferentes formas para montar um menu completo e balanceado. Abaixo, conheça algumas ideias para levar as frutas para a sua mesa:

1. Sucos e vitaminas

Em um país tropical como o Brasil, o consumo de bebidas geladas à base de frutas é supercomum. E, além de beber suco ou vitamina na padaria, na praia ou no restaurante, que tal levar esse hábito para dentro de casa? Por exemplo, sucos de laranja e uva, algumas das frutas mais encontradas pelo país afora, são ótimos energéticos, podendo fazer parte de um café da manhã nutritivo.

2. Saladas

Como já comentamos, verduras, legumes e frutas são amigos da boa saúde, pois atuam como reguladores. Então, que tal tornar as suas saladas mais coloridas combinando os três tipos de ingredientes? Só para dar um exemplo, uma salada à base de folhas verdes e tomate cereja combina muito bem com um molho de laranja e especiarias. Outra dica é fazer uma boa guacamole, com cebola, tomate, coentro e abacate, e combiná-la com vegetais escuros, como almeirão e agrião. E, claro, não se esqueça da salada de frutas, que é uma boa opção para lanches e sobremesas. 

3. Picolés 

Outra boa dica para aliviar o calor é usar as frutas para se refrescar com picolés. Mas não saia comprando doces industrializados por aí, porque a maioria dos produtos têm altas doses de açúcar. O ideal para consumir um picolé bem saboroso, mas com saúde, aproveitando todos os benefícios da fruta, é fazer a receita em casa. Imagina que praticidade bater abacaxi e hortelã antes de dormir, passar tudo para formas de picolé (ou de gelo mesmo) e deixar congelando durante a noite? No dia seguinte, é só aproveitar!

4. Geleias 

Para complementar o lanche da tarde ou um café da manhã especial, principalmente de um dia que dá aquela vontade de comer doce, optar por geleia de frutas é uma ótima pedida. Você pode fazê-la em casa, mas, se preferir, também pode comprá-la pronta. Hoje, já há muitas opções mais naturais desse tipo de produto, sem adição de açúcares. A geleia pode servir, ainda, como base de molhos agridoces para saladas e até mesmo como destaque de uma entrada com pães e queijos

5. Granola

Aqui, as frutas caem bem tanto in natura quanto desidratadas. Ao montar a sua tigela de granola, basta escolher uma ou duas variedades de fruta fresca para misturar com leite vegetal, por exemplo, deixando o prato mais encorpado e nutritivo. E também há a opção de você fazer uma granola natural combinando diferentes tipos de sementes e grãos com frutas secas, como passas, cranberry e ameixas. 

Agora, depois de conhecer os benefícios das frutas e descobrir formas de adicionar esses alimentos no cardápio, basta colocar em prática o mantra da alimentação saudável: equilíbrio. Então, aproveite cada refeição priorizando uma boa variedade de nutrientes e porções adequadas.

E se curtiu as dicas, compartilhe este post nas suas redes sociais: assim, você influenciará mais pessoas a também conhecerem as vantagens de comer bem!