Nem sempre é fácil manter uma alimentação saudável. Mas, se tivermos persistência, isso é possível. Comer bem exige força de vontade, já que esse aprendizado promove uma significativa mudança de hábitos. E o resultado para o bem-estar é recompensador!

Um dos cuidados para ter sucesso é, desde o início, fugir de alimentos que fazem mal à saúde, mas que parecem bonzinhos. Pensando nisso, vamos mostrar a você uma lista de 5 produtos que podem atrapalhar os planos alimentares. Anote aí:

1. Margarina

A margarina ficou famosa nas dietas de perda de peso, já que, diferentemente da manteiga, apresenta baixo teor de gorduras saturadas. Assim, apareceu como uma boa saída para substituir o produto de origem animal, que é feito basicamente de leite e sal.

Porém, a margarina traz um grande perigo: as gorduras trans (resultantes do processo industrial de hidrogenação do óleo vegetal), substâncias associadas a uma série de doenças. Há marcas que se dizem “0 gorduras trans”, porém, para que isso aconteça, é realizada uma interesterificação, processo que também já foi relacionado a problemas de saúde. Ainda, a margarina passa por branqueamento e traz uma série de aditivos químicos. 

2. Barras de cereais

As famosas barrinhas são práticas e se tornaram comuns nas marmitas de quem precisa de lanches rápidos. Inclusive, há pessoas que trocam refeições completas por barras de cereais. Porém, elas nem sempre são a melhor opção. 

Para deixar as barrinhas mais atrativas, muitas marcas enchem esses produtos de corantes, aromatizantes, sódio e açúcares. No entanto, a real finalidade de uma barra de cereais deve ser a de oferecer bons carboidratos e fibras. Então, quanto mais natural for, melhor. É por isso que muitos nutricionistas sugerem que os pacientes façam as suas próprias barrinhas em casa. 

Um importante problema também é a questão de trocar refeições por barrinhas. Mesmo as opções mais naturais apresentam baixo valor calórico. Então, substituindo café da manhã, almoço, ou jantar por esse produto, não garantimos a energia necessária para as tarefas do dia. 

3. Sopas de saquinho

Outras campeãs de praticidade são as sopas em pó, preparados saborosos com poucos carboidratos que funcionam como uma refeição. Basta colocar água e aquecer que está tudo pronto. Maravilha, né?

A questão é o que está escondido nas promessas de facilidade. De modo geral, as sopas pré-prontas contêm altas concentrações de sódio e glutamato monossódico em uma única porção. Além disso, muitas marcas trazem também corantes e conservantes artificiais. Então, se é para ter sopa, a melhor opção é preparar, em casa, as marmitas da semana, com vegetais e temperos frescos e sal na medida. 

4. Sucos de caixinha

Assim como as barrinhas, os sucos de caixinha são campeões de praticidade, e muita gente conta com essas bebidas refrescantes para intervalos e refeições. E, tal como as barras de cereais, o problema está na composição dos produtos.

Muitas marcas comerciais não usam o suco da fruta, mas o néctar. No caso da uva, por exemplo, um suco tem 100% de uva, enquanto que um néctar tem 50%. Para completar o líquido, além de açúcar e água, são adicionados diversos aditivos artificiais. Isso não acontece em sucos integrais, por exemplo. E há também opções com adição de água, mas menos açúcares e com conservantes naturais. Por isso, na hora de abastecer a dispensa, o ideal é analisar e comparar os rótulos, e não comprar só o produto que parece mais prático.

5. Chocolate diet

Quem é que não gosta de chocolate, não é mesmo? E para não sair da dieta, muita gente se esbalda no chocolate diet. Porém, ele também é um dos alimentos que fazem mal à saúde se não consumido adequadamente. 

Assim como o chocolate comum, a versão diet também tem bastantes carboidratos. Ainda, vários rótulos trazem porcentagem altas de gorduras. Isso acontece, porque, ao ser isento de açúcar, o chocolate diet precisa da gordura para realce de sabor e textura. Como é um produto dietético, é importante que ele seja associado a uma rotina regrada, e não consumido sem controle. 

Gostou de saber sobre esses 5 alimentos que fazem mal à saúde? Aproveite a leitura e compartilhe o post nas redes sociais para ajudar mais pessoas a cuidar da alimentação!